Releases

Presidentes e Diretores de associações do setor vidreiro visitam as obras da CBVP

Vivix per - 25 January 2013

No encontro, que ocorreu sexta-feira (25 de janeiro) os visitantes puderam visualizar o andamento da obra com a equipe da CBVP.

A construção da unidade da Companhia Brasileira de Vidros Planos - CBVP, no município de Goiana (PE), caminha a passos largos. Para apresentar o andamento da obra, o presidente da empresa, Paulo Drummond, e o diretor comercial e marketing, Henrique Lisboa, receberam, na última sexta-feira (25 de janeiro), presidentes e diretores das associações do setor vidreiro para uma visita ao canteiro de obras da CBVP. Durante o encontro, os visitantes puderam verificar cada etapa da implantação, sendo acompanhados por técnicos de diversas áreas. ”Foi um prazer podermos receber representantes das associações do setor para que pudessem visualizar esta fase da obra em Goiana. Estamos seguindo rigorosamente o cronograma de implantação e, em agosto, teremos aqui, em Goiana, uma das mais modernas plantas de vidros planos do mundo”, enfatizou Drummond, no encontro.
 
O presidente da Abravidro, Alexandre Pestana, foi um dos convidados que esteve presente à visita ao canteiro de obras. “O que pudemos conferir em Goiana foi uma demonstração da força e vitalidade do mercado vidreiro. Ficamos muito surpreendidos pela qualidade da fábrica que está sendo implantada pelo Grupo Cornélio Brennand e, não temos dúvida, que este será um importante player neste mercado. A nova empresa chega muito próxima do mercado e demonstra que as ações da CBVP vão ser coerentes com o discurso”, comentou Pestana.
 
Status da Obra
 
Atualmente a CBVP já concluiu a cobertura dos edifícios do forno, do banho de estanho, da estenderia e do armazém, este último com 49 mil m2. Estão finalizadas também a construção da torre d´água, do túnel de ventilação e os pisos do mezanino e de trabalho, onde serão fabricados os vidros planos. Foi dado o início da montagem da estrutura metálica da linha de espelhos e laminados e dos refratários dos regeneradores. Outras etapas também estão em andamento, como a montagem do forno, o arruamento e a drenagem pluvial.
 
A empresa, que pertence ao Grupo Cornélio Brennand será resultado de um investimento de R$830 milhões, e é a única do setor com capital 100% nacional. Nesta fase de implantação, a CBVP já contabilizou o recebimento de 3 mil containers com os equipamentos que estão sendo utilizadas na montagem da fábrica, como forno, banho de estanho, estenderia, linhas de produção de espelhos e laminados.  Oriunda de países como a França, Itália, Finlândia, Portugal, Inglaterra e Estados Unidos, a carga foi desembarcada em Pernambuco através do Porto do Recife e de Suape. Ao todo, mais de vinte empreiteiras e cerca de 1,7 mil homens trabalham na construção da planta.
 
A CBVP
 
A Companhia Brasileira de Vidros Planos – CBVP, localizada no município de Goiana (PE), contará com uma área construída de 90 mil metros quadrados,e terá como principais clientes as indústrias da construção civil e moveleira. Com o início da operação em agosto deste ano, a empresa irá gerar cerca de 370 novos empregos diretos e mais de 1.500 empregos indiretos, favorecendo uma cadeia produtiva estimada em 250 mil pessoas, entre beneficiadores e vidraceiros. A CBVP produzirá vidros planos incolores e coloridos, laminados e espelhos.
 
A empresa utilizará tecnologia pioneira para fabricação de vidros planos e será uma das mais modernas plantas do mundo. A concepção do projeto arquitetônico será inovadora. As edificações concebidas utilizam um design que valoriza a linearidade e transparência, atributos e características do vidro plano. O parceiro tecnológico do Grupo Cornélio Brennand neste negócio é o grupo francês Fives, que possui a liderança mundial em tecnologia para fabricação de vidros planos, e está presente em mais de trinta países. A CBVP utilizará uma tecnologia inédita no Brasil, a L.E.M.™ (Low Energy Melter™), que fará com que a empresa tenha um processo de produção muito eficiente do ponto de vista energético.
 
Como parte do planejamento estratégico, a CBVP iniciou sua operação comercial em agosto de 2011, através da comercialização de vidros planos importados, que garantirá a formação de uma carteira de clientes ativa, quando do início da operação. Isto foi possível graças a alianças com fornecedores internacionais, que permitem, também, intercâmbio de tecnologia e a adoção das melhores práticas para a produção de vidros planos. Para dar suporte as ações comerciais, foram inaugurados, no início de 2012, dois centros de distribuição, em Cabo de Santo Agostinho, Pernambuco e outro no estado de São Paulo, com capacidades de armazenamento de 11mil e 12 mil toneladas, respectivamente.
 
A fim de garantir o fornecimento e a qualidade dos insumos utilizados no seu processo produtivo, a CBVP contará, ainda, com uma usina de beneficiamento de matérias primas, que está sendo instalada no município de Pedras de Fogo, na Paraíba. “Seremos a única empresa do setor, no Brasil, a possuir a sua própria usina. Isto porque entendemos que a qualidade de nosso produto está diretamente relacionada com a qualidade dos insumos. Desta forma teremos total controle do processo”, enfatiza o presidente Paulo Drummond. No local escolhido para a usina de beneficiamento, serão minerados e beneficiados a sílica, feldspato, dolomita e o calcário, que serão utilizados na produção de vidros planos. Este projeto terá uma capacidade instalada de 800 mil toneladas de sílica/ano.